Bromoprida – Bula, Como Tomar, Efeitos Colaterais, Contraindicações

As alterações nos movimentos do estômago e intestino pode trazer diversos problemas e um grande desconforto para quem sofre do problema e para essas situações é que existe Bromoprida. Então, para saber mais sobre esse medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre ele. Vamos lá?!

Para que serve Bromoprida (indicação)

A Bromoprida é um medicamento que serve para as alterações nos movimentos do intestino e estômago (motilidade gastrintestinal), bem como o refluxo gastroesofágico, que nada mais é do que o ácido do estômago presente o esôfago.

Além disso esse fármaco é indicado para o tratamento de vômitos e náuseas que tenham origem periférica e central, ou seja, metabólicas, cirurgias, infecciosas e de problemas secundários decorrentes do uso de medicamentos.

Esse produto também pode ser utilizado a fim de facilitar a realização de procedimentos radiológicos do trato gastrintestinal.


Como funciona o Bromoprida

A substância ativa desse produto, a Bromoprida atua estimulando a movimentação do tudo digestivo e o tempo médio para que comece a agir é de 1 a 2 horas após a administração por via oral.

Composição do Bromoprida

Bromoprida Capsulas

Cada cápsula de Bromoprida contém:

bromoprida ……… 10 mg

excipientes q.s.p. ……..1 cápsula

(dióxido de silício, estearato de magnésio, manitol, talco)

bromoprida

Bromoprida solução oral em gotas

Cada ml da solução oral de Bromoprida contém:

bromoprida ………… 4 mg

veículo q.s.p. ………… 1 mL

(metabissulfito de sódio, metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica dihidratada, edetato dissódico di-hidratado, ácido clorídrico, água purificada).

Cada 1 mL de bromoprida solução oral equivale a 24 gotas e 1 gota equivale a 0,17 mg.

Como usar o Bromoprida

Bromoprida gotas

Cada 24 gotas da solução oral de bromoprida equivale a 1 ml. Por isso é importante utilizar o gotejador de acordo com a prescrição médica ou então deve-se colocar a quantidade exata em uma colher e então administrar por via oral.

A posologia indicada é de 1 a 2 gotas para cada quilo, por 3 vezes ao dia.

Bromoprida capsulas

Deve-se ingerir as cápsulas de bromoprida por via oral com o auxílio de líquidos.

A dose recomendada e de uma cápsula a cada 12 ou 8 horas, de acordo com a recomendação médica e nunca ultrapassando a dose máxima de 60 mg por dia.

Esse medicamento não deve ser mastigado, partido ou aberto.

Para ambas apresentações

Não existem estudos a respeito dos efeitos dessa substância quando administrada por vias não recomendadas. Sendo assim, para garantir sua eficácia e segurança, a administração deve ocorrer exclusivamente por via oral.

Populações especiais

Visto que a eliminação da bromoprida é feita pelos rins, os pacientes que sofrem de insuficiência renal devem iniciar o tratamento com meia dose.

O médico deve ajustar a dose de bromoprida caso ache necessário ou de acordo com a condição clínica do paciente.

Siga sempre a orientação médica em relação aos horários, dosagem e duração do tratamento. O tratamento não deve ser interrompido sem que haja conhecimento médico.

Contraindicação do Bromoprida

Esse medicamento é contraindicado para pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) a bromoprida ou quaisquer outros componentes de sua fórmula.

Também não deve ser utilizado quando houver riscos decorrentes da estimulação da motilidade gastrintestinal, tal como quando existe obstrução mecânica, hemorragia ou perfuração gastrintestinal.

Outra das contraindicações de bromoprida é para pacientes epiléticos ou que estejam fazendo uso de outras drogas que possam causar reações extrapiramidais, ou seja, que tenham relação com a coordenação dos movimentos. Isso porque pode haver um aumento na intensidade e na frequência dessas reações.

Bromoprida não deve ser utilizada por pacientes que possuam tumor na medula suprarrenal (feocromocitoma) visto que pode desencadear uma crise de elevação da pressão arterial (hipertensão) visto a provável liberação de catecolaminas, que é o hormônio que produz a glândula suprarrenal.

Vale lembrar que a crise hipertensiva pode ser controlada através da administração da fentolamina.

Efeitos colaterais do Bromoprida

Dentre as reações mais comuns decorrentes do uso da bromoprida temos: sonolência, cansaço, inquietação e sensação de esgotamento (lassidão).

Com uma frequência um pouco menos encontramos: dor de cabeça. insônia, náuseas, tontura, sintomas relativos à coordenação dos movimentos (extrapiramidais), produção inadequada ou excessiva de leite (galactorreia), aumento das mamas nos homens, distúrbios intestinais e erupções cutâneas, incluindo urticária.

Sempre informe ao seu médico, farmacêutico ou cirurgião-dentista a respeito do aparecimento de reações adversas decorrentes do uso de bromoprida..

Superdosagem do Bromoprida

Até agora não existem relatos ou casos publicados de superdoses decorrentes do uso de bromoprida. No entanto, caso seja administrada uma dose muito mais alta do que o recomendado pode haver um aumento das reações adversas já descritas.

No caso do uso de uma quantidade elevada de bromoprida é importante procurar imediatamente o socorro médico levando consigo a bula ou a embalagem do medicamento. Para mais informações e orientações, ligue pra 0800 7220 6001.

Precauções

O uso desse medicamento deve ser feito com cuidado em crianças, gestantes, idosos e pacientes com glaucoma, doença de Parkinson, diabetes, hipertensão e insuficiência renal, bem como nos casos de alergias aos neurolépticos.

Idosos

Tem havido relatos de movimentos perturbados ou anormais (discinesia tardia) em pacientes idosos que fazem uso prolongado da bromoprida. No entanto, não existem recomendações especiais para esse grupo.

Crianças

Pode ser mais frequente a ocorrência de reações extrapiramidais em crianças e adolescentes e isso pode acontecer com uma dose única.

Pacientes com diabetes

A dificuldade de esvaziamento gástrico (estase gástrica) pode acontecer em pacientes diabéticos que utilizam essa medicação.

Pode haver necessidade de ajustar a dose se insulina e o intervalo de administrações.

Pacientes com insuficiência renal

Visto que essa substância é eliminada pelos rins o tratamento desses pacientes deve ser iniciado com a metade da dose recomendada e o médico pode fazer ajustes conforme for necessário.

Câncer de mama

Pode ocorrer um aumento dos níveis da prolactina, que nada mais é do que um hormônio lactogênico, decorrente do uso da bromoprida e isso deve ser observado em pacientes com câncer de mama previamente diagnosticado.

Sensibilidade cruzada

É preciso informas ao médico sobre a hipersensibilidade ao anestésico procaína ou ao fármaco para arritmia cardíaca procainamida pois nesse caso a Bromoprida deve ser utilizada com cuidado.

As cápsulas desse produto contem corante vermelho 40, amarelo crepúsculo e dióxido de titânio que, ocasionalmente, podem gerar reações adversas.

Uso na gravidez e amamentação

Bromoprida é excretada através do leite materno, então, não é recomendada para lactantes e gestantes a não ser que os benefícios para a mãe superem os riscos potenciais ao feto ou bebê.

Bromoprida não deve ser administrada em mulheres grávidas sem orientação de um médico ou cirurgião-dentista.

Sempre informe ao médico sobre o uso de qualquer medicamentos ou patologias pré-existentes.

Não uso Bromoprida sem conhecimento do médico visto que pode trazer riscos para a saúde.

Interação do Bromoprida com outros remédios

Os efeitos dessa substância nos movimentos estomacais e intestinais são inibidos pelos fármacos anticolinérgicos e analgésicos narcóticos utilizados para a dor.

Pode haver um aumento na sedação quando utilizada concomitantemente com tranquilizantes, sedativos ou narcóticos.

Sempre informe ao seu médico caso esteja faendo uso de inibidores de MAO, visto que a Bromoprida deve ser usada com cuidado nessa situação.

Além disso, essa substância ainda pode reduzir a absorção de determinados fármacos através do estômago e aumentar daqueles que são absorvidos através do intestino delgado.

Bromoprida não deve ser utilizada com álcool visto que potencializa seu efeito sedativo.

Armazenamento

Esse medicamento deve ser armazenado em temperatura ambiente, entre 15º e 30º, ao abrigo de luz e da umidade.

O número do lote, data de fabricação e prazo de validade podem ser encontrados na emabalagem.

Bromopridanão deve ser utilizado caso esteja vencido e a recomendação é que sempre se observe o aspecto físico do produto antes de usar. Caso ainda esteja dentro do prazo de validade, mas apresente mudanças no aspecto físico, deve-se consultar um farmacêutico a fim de saber se pode ser utilizado.

O aspecto físico de Bromoprida solução oral em gotas é de uma solução incolor, inodora, límpida e com um gosto levemente amargo.

O aspecto físico de Bromoprida em cápsulas é uma capsula gelatinosa dura de cor laranja que contem um pó de cor branca.

Todo medicamento deve sempre ser mantido fora do alcance de crianças.

Bromoprida Preço

Para comprar esse medicamento é necessária a apresentação de receita branca comum e o preço do medicamento pode variar de acordo com a região na qual você se encontra e o local escolhido para a compra.

No entanto, na internet, o frasco com 20ml da soluçaõ oral gotas pode ser encontrado por preços entre R$5 e R$15 reais.

Já a embalagem com 10 capsulas de 10mg de Bromoprida pode ser encontrada por valores entre R$7 e R$18 reais.

Bromoprida Genérico

Bromoprida já é o nome do princípio ativo, e não do remédio. Por isso, para comprar o genérico é só solicitar ao farmacêutico por esse nome, conferindo se a concentração é a mesma.

Pergunta dos leitores

Bromoprida serve para diarreia?

Se a diarreia for causada por distúrbios da motilidade gastrintestinal, sim!

Bromoprida é indicado para bebê?

A solução oral de Bromoprida é para uso pediátrico, no entanto a bula não cita a idade mínima para a administração desse medicamento. Sendo assim, o mais indicado é sempre falar com médico.

Quais são os nomes comerciais do Bromoprida?

Bromoprida é o nome do princícipio ativo, porém, diversos laboratórios produzem esse medicamento e dão a ele um nome comercial, como a seguir:

  • Digesan – Sanofi-Aventis
  • Digesprid – Neo Quimica
  • Digestil – Teuto
  • Digestina – União Químina
  • Fagico – Eurofarma
  • Gastrobene – EMS
  • Plamet – Libbs
  • Brigomex – Wesser

Esses são apenas alguns exemplos mas o mais indicado é falar com o seu farmacêutico e descobrir qual o medicamento disponível na farmácia mais perto de você.

Existe Bromoprida injetável?

Sim, existe e tem as mesmas indicações que que as suas versões em cápsulas e solução oral em gotas.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a Bromoprida, para que serve e como deve ser utilizada.