Bupropiona serve para Ansiedade? Ajuda a Parar de Fumar? Emagrece? Veja como tomar e os efeitos colaterais!

Existem duas doenças que, muitas vezes, não são levadas tão a sério, porém costumam causar sérios problemas nas pessoas que as possuem. Estamos falando da depressão e vício em fumar. Ambas precisam de um tratamento rápido e efetivo, pois são bem complexas e levam o ser humano a um possível estado de calamidade.

Felizmente, existem alguns medicamentos que possuem uma ação dupla e conseguem ser efetivos para ambas as situações. Entre eles, um remédio que se destaca é o Bupropiona, do laboratório EMS ou Legrand. Com isso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando informações bem importantes presentes na bula sobre sua utilização, incluindo detalhes de contraindicações e precauções.

O que é Bupropiona?

A Bupropiona é um medicamento antidepressivo que, normalmente, é administrado em pacientes que possuem algum sintoma de depressão, bipolaridade, dificuldade de atenção e/ou hiperatividade. Além disso, ele conseguem reduzir a síndrome de abstinência do tabagismo, ajudando aqueles que desejam parar de fumar. E por fim, a Bupropiona ainda consegue ajudar na perda de peso, porém, para essa ação é necessário o paciente ter muita cautela ao utilizá-la.

Composição

Cada um comprimido revestido de Bupropiona contém os seguintes componentes:


  • 150 mg de Cloridrato de Bupropiona
  • Excipientes: celulose microcristalina, cloridrato de cisteina, hipromelose, estearato de magnésio, hipromelose + macrogol, dióxido de titânio, corante vermelho 40 solúvel,corante de alumínio laca azul, água purificada.

Para que serve Bupropiona ( Indicação )

Bupropiona

Como iniciado no tópico “O que é Bupropiona?”, o medicamento é indicado para:

  • Tratamento de pessoas que querem perder o desejo de fumar, e que ainda estão fumando.
  • Pessoas que sofrem de depressão, bipolaridade e hiperatividade, conseguindo controlar o aparecimento dos principais sintomas causados por essas doenças.

Vale ressaltar que, por ser um antidepressivo, nunca é recomendado utilizar o Bupropiona por conta própria, pois pode ocorrer sérios problemas, incluindo o óbito em caso de superdosagem. Só de início a algum tratamento com o medicamento, após orientação médica.

Como funciona

O Cloridrato de Bupropiona, princípio ativo do medicamento, consegue executar um efeito diferente em relação aos tratamentos que repõem a nicotina no organismo. O medicamento, já dentro do corpo humano, interage, diretamente, com duas substâncias do cérebro, a noradrenalina e a dopamina, que auxiliam na dependência e abstinência.

Essa interação de ação com duas substâncias química cerebrais ainda é efetiva para o tratamento da depressão e ansiedade.

Vale ressaltar que, o tratamento pode demorar semanas ou meses para executar um efeito realmente efetivo e completo nos pacientes, precisando, até mesmo, continuar o tratamento, mesmo que os sintomas da depressão ou a vontade de fumar tenha desaparecido.

Como tomar Bupropiona

Tratamento para parar de fumar

Bupropiona parar de fumarO paciente deve utilizar o medicamento quando estiver com o habito de fumar ainda. Depois da segunda semana de tratamento, ele deve começar a estabelecer datas para parar de vez de fumar.

A ingestão deve ser feita por via oral e com o auxílio de água. Não corte no meio ou mastigue o comprimido.

Nunca tome, de uma só vez, mais do que 1 comprimido.

O uso é exclusivo para adultos.

A posologia normalmente recomendada é:

  • A dose de 1 comprimido diário, nos três primeiros dias de tratamento. A partir do quarto, a dose de 1 comprimido duas vezes ao dia, com 8 horas de diferença entre as dosagens.

Pacientes idosos ou que possuí doenças nos rins ou fígado, normalmente utilizam a dose de 1 comprimido diário durante todo o tratamento.

A duração do tratamento costuma ser de 7 semanas. Caso o paciente não tenha efeitos satisfatórios durante esse tempo, o paciente precisa buscar ajuda do médico especialista.

Ao esquecimento de uma dose, o paciente deve esperar até a próxima para continuar com a dosagem normal, não tomando outra para substituir a esquecida.

Tratamento contra depressão

A ingestão deve ser feita por via oral e com o auxílio de água. Não corte no meio ou mastigue o comprimido.

Nunca tome, de uma só vez, mais do que 1 comprimido.

O uso é exclusivo para adultos.

A posologia normalmente recomendada é:

  • Dose de 1 comprimido de 150 mg por dia. Dependendo do nível de depressão, a dose pode aumentar para 2 comprimidos de 150 mg por dia.

Ao esquecimento de uma dose, o paciente deve esperar até a próxima para continuar com a dosagem normal, não tomando outra para substituir a esquecida.

O médico especialista pode, e dever, fazer as orientação sobre a quantidade de doses, horários para tomar o medicamento e tempo de duração do tratamento.

Vantagem e desvantagem do tratamento com Bupropiona

As principais vantagens do medicamento é sua efetividade e o fato dele possuir diversas indicações de uso, podendo ser utilizado para vários tratamentos.

Já as principais desvantagem são que ele causar a perde de peso, que pode ser algo prejudicial para muitas pessoas, e ser é um antidepressivo, trazendo os possíveis efeitos colaterais que esse tipo de medicamento pode causar, mesmo para aqueles que só querem o tratamento para parar de fumar.

Contraindicações do Cloridrato de Bupropiona

Como todos os medicamentos, o Cloridrato de Bupropiona possuí algumas contraindicações que devem ser seguidas por todos que pretendem iniciar o tratamento com a utilizando do mesmo, para evitar futuras reações indesejadas. São elas:

cloridrato de bupropiona

  • Pacientes que possuem alergia, hipersensibilidade ou qualquer outro problema que pode ser causado ou agravado com a utilização dos componentes presentes na fórmula dos compridos.
  • Caso o paciente esteja utilizando outros medicamentos que contenham Bupropiona em sua formulação.
  • Pacientes que possuem epilepsia ou outros transtornos do tipo.
  • Pacientes com histórico de distúrbios alimentares.
  • Quem possuí vício em beber e está tentando parar, ou parou a pouco tempo.
  • Quem parou de usar tranquilizantes ou sedativos a pouco tempo.
  • Quem tenha utilizado nas últimas duas semanas algum inibidor da MAO.

Efeitos colaterais da Bupropiona

A utilização do Bupropina pode causar algumas reações adversas e efeitos colaterais indesejados. Os casos relatados são:

  • Convulsões
  • Ataques epilépticos
  • Vermelhidão
  • Bolhas pelo corpo
  • Urticária
  • Dificuldade para respirar
  • Inchaço dos lábios e língua
  • Dor muscular
  • Desmaio
  • Dificuldades para dormir
  • Dor de cabeçabupropiona efeitos colaterais
  • Febre
  • Tontura
  • Coceira
  • Suor em excesso
  • Tremores
  • Calafrio
  • Ansiedade e agitação
  • Secura na boca
  • Dor na região do abdômen
  • Enjoo e vômito
  • Prisão de ventre
  • Gosto ruim na boca
  • Perde da fome
  • Alteração na pressão sanguínea
  • Alterações na visão
  • Cansaço
  • Confusão mental
  • Aceleração dos batimentos cardíacos
  • Zumbido no ouvido
  • Desmaio
  • Movimentos musculares involuntários
  • Rigidez muscular
  • Agressividade
  • Hostilidade
  • Inquietação
  • Despersonalização e alucinações
  • Sonhos estranhos
  • Perde de memória
  • Icterícia
  • Hepatite
  • Mudanças dos níveis sanguíneos de açúcar
  • Maior vontade de urinar

No surgimento de qualquer um dos efeitos colaterais citados acima, ou outra reação adversa, o paciente deve informar o médico especialista e notificar a ANVISA.

Interação com outros medicamentos

  • Estimulantes, medicamentos para perda de peso, tranquilizantes, sedativos, Teofilina e Tramadol podem aumentar a chances de convulsão se forem coadministrados com Bupropiona.
  • Medicamentos para o tratamento de arritmia cardíaca, depressão, problemas mentais, Parkinson e epilepsia podem causar efeitos colaterais indesejados ao serem usados junto do Bupropiona.
  • Ciclofosfamida, isofosfamida, ticlopidina, clopidogrel e betabloqueadores não devem ser coadministrados junto de Bupropiona.
  • É necessário ter cuidado ao utilizar adesivos de nicotina junto ao tratamento com Bupropiona.

Precauções

Além das contraindicações, abordadas no tópico “Contraindicações do Cloridrato de Bupropiona”, os pacientes devem ficar cientes de algumas precauções que devem ser respeitadas. São elas:

  • Pacientes que já sofreram ataques epiléticos ou convulsões devem informar o médico, antes de dar início ao tratamento.
  • É necessário informar o médico, antes do início do tratamento, quem tenha tumor no cérebro ou algum machucado sério na cabeça, doenças no rins ou fígado, diabetes, problemas mentais ou ingere muitas bebidas alcoólicas diariamente.
  • Mulheres grávidas ou que pretendem engravidar devem informar o médico, antes de dar início ao uso do Bupropiona.
  • Idosos devem utilizar o medicamento com muita cautela e orientação médica próxima.
  • Em caso do surgimento de vertigem ou sonolência durante o tratamento, o paciente não deve dirigir e nem executar tarefar que exijam resposta rápida dos movimentos.
  • Informe seu médico se você está fazendo uso de outro medicamento.

Bupropiona emagrece?

bupropiona emagrece

Apesar de muito se falar sobre a utilização do Bupropiona para emagrecer, não é indicado o uso com essa finalidade, ao menos que possua indicação médica especialista, pois suas indicações de uso não são direcionadas para esse resultado. Além disso, não existe estudos conclusivos sobre a real perda de peso que o medicamento pode causar, pois, em sua bula, o único efeito indicado, que ainda é uma reação indesejada, é o fato dele causar perda do apetite nos pacientes, e assim levando a possível diminuição de massa corporal.

Bupropiona nomes comerciais

Os principais nomes comerciais do Bupropiona são: Bup, Bupium, Bupogran, Inip, Noradop, Wellbutrin Sr, Wellbutrin XL, Zetron e Zyban.

Bupropiona preço e onde comprar

O genérico Bupropiona pode ser encontrado sendo comercializado nas principais farmácias populares. É necessário a presença de uma receita médica para sua aquisição.

A caixa contendo 30 comprimidos revestidos é encontrado pelo preço variante de R$40 a R$80.