Cloridrato de Ambroxol (Xarope e Gotas) – Para Que Serve? Posologia…

As afecções respiratórias trazem um grande desconforto para os pacientes e podem evoluir para quadros graves, devendo receber a devida atenção desde o começo e é para isso que serve o Cloridrato de Ambroxol. Então, para saber mais sobre esse medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre ele. Vamos lá?!

Para que serve o Cloridrato de Ambroxol

Esse medicamento é um expectorante que atua nos problemas broncopulmonares crônicos e agudos que são associados à secreção mucosa fora do normal e também com transtornos do transporte desse muco.

Como funciona o Cloridrato de Ambroxol

Esse medicamento atua facilitando a expectoração do muco, isso é, a eliminação do catarro, através das vias respiratórias, promovendo o alívio da tosse causada por essa secreção, liberando os brônquios e oferecendo o alívio da irritação na garganta por causa do seu efeito anestésico local.

A sua ação tem início, em média, 2h depois da administração.


Como usar o Cloridrato de Ambroxol

Xarope de Cloridrato de Ambroxol adulto:

 

Em adultos e adolescentes com mais de 12 anos de idade, a posologia recomenda a dose de 5ml por via oral, com frequência de 3 vezes ao dia.

Esse tratamento é para doenças agudas mas o tratamento de doenças crônicas pode durar até 14 dias.

cloridrato de ambroxol afecções

 

Xarope de Cloridrato de Ambroxol pediátrico:

Para crianças cm menos de 2 anos de idade a posologia recomenda a dose de 2,5ml, por duas vezes ao dia.

Para crianças com idade entre 2 e 5 anos, a posologia recomenda a dose de 2,5ml por 3 vezes ao dia.

Para crianças com idade entre 6 e 12 anos, a posologia recomenda a dose de 5 ml por 3 vezes ao dia.

A dose deve ser calculada considerando 0,5 mg do princípio ativo por cada quilo de peso corporal, por 3 vezes ao dia.

Solução (gotas) para uso oral ou inalação:

No uso oral é dose deve ser calculada considerando 0,5mg de ambroxol para cada quilo de peso corporal, podendo ser dissolvidas na água. Sendo assim:

  • Crianças com menos de 2 anos de idade: 25 gotas (1ml), por 2 vezes ao dia
  • Crianças com idade entre 2 e 5 anos: 25 gotas por 3 vezes ao dia
  • Crianças com idade entre 6 e 12 anos: 50 gotas (2ml) por 3 vezes ao dia
  • Adultos e adolescentes com mais de 12 anos de idade: 100 gotas (4ml) por 3 vezes ao dia.

Na inalação a dose é de 0,6mg de ambroxol para cada quilo de peso corporal por 3 vezes ao dia.

afecções respiratorias cloridrato-de-ambroxol-

Contraindicação do Cloridrato de Ambroxol

Esse medicamento é contraindicado para pacientes que apresentem hipersensibilidade ao Cloridrato de Ambroxol ou a qualquer um dos componentes da sua fórmula.

Além disso, o medicamento nas suas apresentações de xarope de uso adulto e pediátrico, não deve ser utilizado em pacientes que possuam quaisquer condições hereditárias raras de não tolerância à frutose.

Efeitos colaterais do Cloridrato de Ambroxol

Assim como qualquer medicamento, o uso de Cloridrato de Ambroxol pode levar ao surgimento de reações indesejáveis, tais como as descritas à seguir de acordo com sua frequência:

Reações adversas comuns (acontecem com > 1/100 e < 1/10 pessoas que fazem uso do medicamento):

  • Distúrbios do paladar (disgeusia)
  • Hipoestesia da faringe
  • Náuseas
  • Hipoestesia oral

Reações adversas incomuns (acontecem com  > 1/1.000 e < 1/100 pessoas que fazem uso desse medicamento):

  • Diarreia
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Dispepsia
  • Boca seca

Reações adversas incomuns (acontecem com > 1/10.000 e < 1/1.000 pessoas que fazem uso desse medicamento):

  • Secura na garganta
  • Urticária
  • Erupções cutâneas

Reações adversas com frequência desconhecida:

  • Choque/reação anafilática
  • Angioedema
  • Hipersensibilidade
  • Prurido

Caso o paciente perceba a ocorrência de qualquer efeito indesejável, é preciso suspender o uso do medicamento e procurar o auxílio médico o quanto antes.

Ainda é preciso notificar a NOTiVISA (Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária) através do seu site ou comunicar diretamente à Vigilância Sanitária Municipal ou Estadual.

Composição do Cloridrato de Ambroxol

 Cada 5 ml do xarope de uso adulto de cloridrato de ambroxol contém:

cloridrato de ambroxol ………. 30 mg*

*que corresponde a 27,4 mg de ambroxol. Cada ml contém 6mg do princípio ativo.

Veículos: glicerol, carmelose sódica, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado,
essência de limão, aroma de menta, álcool etílico, sacarose e água purificada.

 Cada 5 ml do xarope de uso adulto de cloridrato de ambroxol contém:

cloridrato de ambroxol ………. 15 mg*

* que corresponde a 13,7 mg de ambroxol. Cada ml contém 3mg do princípio ativo.

Veículos: glicerol, carmelose sódica, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado,
essência de framboesa, álcool etílico, sacarose e água purificada.

Cada ml* da solução oral de cloridrato de ambroxol contém:

cloridrato de ambroxol ………. 7,5 mg**

* Cada ml é formado por 25 gotas da solução

* que corresponde a 6,8 mg de ambroxol

Veículos: sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado, álcool etílico e água
purificada.

cloridrato de ambroxol posologia

Superdosagem

Até o presente momento não se conhece os sintomas específicos decorrentes de uma superdosagem com cloridrato de ambroxol. No entanto, baseado em relatos de superdosagens acidentais e/ou relatos de equívocos na administração da quantidade adequada de produto, podem ocorrer efeitos indesejáveis já conhecidos no uso de cloridrato de ambroxol em suas dosagens terapêuticas.

Nesses casos, pode ser necessário adotar um tratamento dos sintomas.

Para mais informações ou em caso de uma intoxicação, ligue para 0800 722 6001.

Precauções do Cloridrato de Ambroxol

Existem pouquíssimos casos de ocorrência de lesões cutâneas consideradas graves, como necrólise epidérmica tóxica (NET) e a síndrome de Stevens Johnson, que tem sido relatadas em tratamentos mais prolongados com o Cloridrato de ambroxol. No entanto, a maioria dos casos pode ser explicado pela gravidade da patologia subjacentes que os pacientes possuem ou pelo uso de alguma medicação concomitante.

Vale ressaltar que durante uma fase inicial da NET ou as síndrome de Stevens-Johnson, o paciente pode apresentar sintomas pouco específicos que são similares a uma gripe, tal como dores no corpo, febre, dor de garganta e etc., levando ao tratamento sintomático de uma gripe com medicamento específicos para tosse e resfriado.

Dessa forma, se ocorrerem novas lesões na pele ou nas mucosas, o paciente deve procurar imediatamente o auxílio médico e suspender o tratamento com o cloridrato de ambroxol, especialmente por precaução.

Caso os sintomas não melhorem no tratamento de afecções respiratórias agudas, o médico deve ser procurado, bem como nos casos em que haja a piora desses sintomas.

Em pacientes com insuficiência renal o uso de Cloridrato de ambroxol só deve ser feito sob recomendação médica.

Não existem estudos a respeito dos efeitos desse medicamento sobre a capacidade de operar máquinas e dirigir e não existem evidências sobre os efeitos do mesmo nas habilidades citadas nem menos nos dados de pós-comercialização.

A solução de Cloridrato de ambroxol, bem como o xarope pediátrico, só devem ser administrados em crianças com menos de 2 anos de idade caso haja a prescrição de um médico.

A apresentação desse medicamento em gotas não contem açúcar e por isso pode ser utilizado normalmente por pacientes com diabetes.

Já o xarope de uso adulto e pediátrico CONTÉM AÇÚCAR e por isso deve ser utilizado com extrema cautela por pacientes que apresentem um quadro diabético.

cloridrato de ambroxol bula

Gravidez, lactação e fertilidade

O princípio ativo desse medicamento atravessa a barreira placentária, no entanto, os estudos clínicos realizados não demonstram efeitos danosos ao feto, sejam eles diretos ou indiretos, nem ao desenvolvimento do embrião/feto, ao parto ou ao desenvolvimento pós-natal.

Mesmo assim, o uso desse medicamento durante a gravidez deve ser feito com cautela, não sendo recomendado para a população de gestantes, especialmente no primeiro trimestre de gestação.

O Cloridrato de ambroxol também é excretado através do leite materno e por isso, mesmo que não tenham sido observados efeitos negativos nas crianças, o seu uso não é recomendado para lactantes.

Os estudos clínicos realizados até o presente momento não indicam quaisquer efeitos prejudiciais no uso desse medicamento em relação a fertilidade.

Esse medicamento possui classificação de categoria B de risco na gestação e não deve ser utilizado por mulheres gravidas sem que haja recomendação médica.

Interação do Cloridrato de Ambroxol com outros remédios

Até o momento não foram registradas nos estudos clínicos interações significativas de cloridrato de ambroxol e outras substancias.

Cloridrato de Ambroxol Preço

Para comprar esse medicamento não é necessária a apresentação de receita médica e o seu preço pode variar de acordo com a região na qual você se encontra e o local escolhido para a compra, bem como se você vai comprar o produto referência ou o seu genérico, visto que a segunda opção costuma custar menos.

No entanto, na internet o frasco de 120ml de xarope de 3mg Cloridrato de Ambroxol de pediátrico pode ser encontrado por valores entre R$ 6 e R$ 15 reais. Já o de 6 mg, que é de uso adulto e também vem em frasco de 120ml pode ser encontrado por valores entre R$ 9 e R4 25 reais.

cloridrato de ambroxol problemas respiratórios

Cloridrato de Ambroxol Genérico

Se você for à farmácia procurando por Cloridrato de Ambroxol já estará solicitando o medicamento genérico, que é produzido por diversos laboratórios e possui também opções com nome comercial, tais como Ambroxmel, Ambrol, Bronxol, Bronqtrat e outros.

Pergunta dos leitores

Cloridrato de Ambroxol é indicado para bebê?

Sim, mas somente as apresentações de xarope pediátrico e a solução em gotas. No entanto, o uso desse produto em crianças com menos de 2 anos de idade só deve ser feito sob prescrição médica.

Cloridrato de Ambroxol serve para tosse seca?

Sua principal função é promover a expectoração do muco que se encontra no trato respiratório, não tendo efeito no tratamento de tosse seca, sendo contraindicado para esses casos.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o Cloridrato de Ambroxol, suas indicações, para que serve, como deve ser utilizado e até mesmo seu preço.