Elotin é indicado para dor de ouvido? Como Funciona? Posologia e Efeitos Colaterais

Elotin é um medicamento produzido pelo Laboratório Elofar. Trata-se de uma solução tem uso externo (ouvido)  Está indicado para o uso adulto e pediátrico.

Para que serve o Elotin

Elotin é um medicamento que está indicado para o tratamento e o alívio dos sintomas da otite externa. Também está indicado para demais inflamações que apresentam melhora com o uso corticoides.

Ainda é recomendado em casos onde exista presença ou suspeita de infecções bacterianas no ouvido.

Como funciona o Elotin

Elotin possui uma associação medicamentosa para tratar doenças do ouvido e orelhas (conduto auditivo externo).


Como usar o Elotin (posologia)

Como Usar Elotin

A posologia recomendada de Elotin é aplicação de 3 a 4 gotas do medicamento através do canal auditivo da orelha. A aplicação deve ser feita de 2 a 4 vezes ao dia. Ou, então, conforme a indicação do médico.

Respeite sempre as orientações médicas quanto a quantidade e os horários de uso da medicação, para que ela realmente faça efeito contra a doença.

Composição

Cada ml de Elotin contém: Sulfato de neomicina (3,85 mg), Fluocinolona acetonida (0,275 mg), Cloridrato de lidocaína (20 mg) e Sulfato de polimixina B (11.000UI). Excipientes: propilenoglicol, ácido cítrico e água de osmose reversa.

Vale ressaltar que cada 1 ml de Elotin corresponde a cerca de 24 gotas.

Contraindicação

Elotin costuma ser bem tolerado, porém, apresenta algumas contraindicações, como:

  • Infecções não tratadas no ouvido ou na orelha ocasionada pela ação de vírus ou fungos
  • Casos de sensibilidade (como alergias) a qualquer um dos componentes da formula de Elotin
  • Perfurações no tímpano
  • Presença de herpes ou varicela

Não existem contraindicações para Elotin em relação à faixa etária de pacientes.

Precauções

O tratamento com Elotin possui algumas precauções que devem ser avaliadas pelo médico. Entre as principais precauções a serem observadas estão:

  • No uso prolongado de medicações de corticosteroides tópicos (como é o caso de Elotin) pode haver o afinamento de tecidos e de pele
  • Glicocorticoides (contidos na fórmula de Elotin) costumam mascarar alguns sintomas de infeções durante o seu uso
  • A utilização prolongada de Elotin pode ocasionar o crescimento de fungos e bactérias não sensíveis a formulação do medicamento
  • O medicamento deve ser usado exclusivamente no canal auditivo da orelha

Sensibilidade cruzada:

  • Podem acontecer efeitos alérgicos cruzados que costumam impedir o fluxo do uso posterior de paromomicina, canamicina e estreptomicina (antibióticos)
  • Não há relatos de que o sulfato de polimixina B, a fluocinolona acetonida, o sulfato de neomicina e o cloridrato de lidocaína possam acusar resultados de doping em exames.

Efeitos colaterais do Elotin

Embora bem tolerado pela maioria dos pacientes, o uso de Elotin pode causar alguns efeitos colaterais. Entre os efeitos colaterais relatados estão:

  • Sistema nervoso central: dor de cabeça, tontura, sonolência, sensação de queimação, paralisia facial, alterações no paladar,  parestesia.
  • Sistema imune: hipersensibilidade aos componentes da fórmula.
  • Distúrbios auditivos: zumbidos, redução da audição, dores na orelha e no ouvido.
  • Alterações visuais: vermelhidão nos olhos, irritação ocular, inchaço nas pálpebras, lacrimejamento.
  • Distúrbios cardiocirculatórios: aumento da pressão arterial, vermelhidão, palidez.
  • Sintomas na Pele e seus anexos: alterações na pele, coceira, mudanças na coloração da pele, dermatiteacneiforme (inflamação de pele com espinhas), dores no local da aplicação do medicamento,  rash (erupções na pele), vermelhidão na pele, presença de nódulos na pele, irritação, sensação de ardor, ressacamento da pele, foliculite, dermatite alérgica de contato, hipertricose (aumento da quantidade de pelos), atrofia da pele, infecções secundárias.
  • Distúrbios gastrintestinais: diarreia, enjoos, vômitos, náuseas, discinesia (movimentos descoordenados), hipoestesia oral (diminuição da sensibilidade na boca), dores abdominais, disfagia (dificuldade para deglutir) e hematoquezia (fezes com sangue).
  • Distúrbios respiratórios: falta de ar, hipoestesia faringeal (diminuição da sensibilidade da garganta), dor de garganta, desconforto nasal.
  • Dimorfismo facial (deformação da face).
  • Incidência de toxicidade local e renal devido ao uso tópica da neomicina
  • Malformações genéticas, congênitas ou familiares.

Superdosagem

Não existem evidências de que o uso maior do que as doses recomendas de Elotin exerçam maior eficácia no tratamento. Portanto, não devem ser utilizadas doses maiores do que as indicadas.

No caso do uso de quantidades muito superiores do medicamento, busque um serviço de atendimento médico de emergência. Mais informações sobre a Superdosagem com Elotin podem ser obtidas através do número do telefone 0800 722 6001 (ligação gratuita para todo o país)

Interação do Elotin com outros remédios

Elotin

Os componentes da fórmula de Elotin podem interagir com outros remédios. A seguir, confira as principais interações medicamentosas de Elotin:

Interações com a Polimixina B:

  • Podem haver interações com Bloqueadores Neuromusculares (como pancuronium e alcuronium), com Antibióticos (como  tubocurarina, penicilina G,  amicacina, cefalosporinas e ampicilina), com Antifúngicos (como prednisona e anfotericina B),  com Vitaminas do complexo B e Vitamina C e com ranitidina.

Interações com o Sulfato de neomicina:

  • Podem ocorrer interações com Bloqueadores neuromusculares (como pipecuronium e alcuronium), com Antibióticos (como  ampicilina, amoxicilina e penicilina G), com Diuréticos (como digoxina e furosemida), com Anticoagulantes (como dicumarol e varfarina), com Quinolonas (como a floxacina) e com Antineoplásicos (como o metotrexato).

Interações com o Cloridrato de lidocaína:

  • Podem haver interações com Broncodilatadores (como a aminofilina), com Antiarrítmicos (como a amiodarona), com Antibióticos (como cefalosporinas, ampicilina e gentamicina), com Antifúngicos (como a anfotericina B), com Digoxina, com Betabloqueadores (como o labetolol), com Sulfas, entre outros.
  • Interações com a Fluocinolona acetonida:Não há relatos de interações medicamentosas significativas com outras substâncias.

Armazenamento

Elotin deve ser armazenado em sua embalagem original, bem fechado, para que os componentes de sua fórmula não sofram alterações.

O medicamento também deve ser mantido longe de umidade e da incidência da luz direta – pois os componentes da fórmula podem sofrer mudanças em suas propriedades.

Manter Elotin em locais com temperatura ambiente, entre 15 º C e 30 º C. Manter a medicação fora do alcance das crianças e animais domésticos.

Atenção a data de validade de Elotin. Medicamentos vencidos não devem ser utilizados.

Elotin Preço

O frasco com 5 ml de Elotin custa em média R$ 9,17. O preço pode apresentar variação de acordo com a farmácia ou drogaria que comercializa o medicamento.

Não é preciso apresentar receita médica para adquirir Elotin. Porém, a automedicação é totalmente não recomendada, pois pode colocar a sua saúde em risco.

Elotin Similar

É possível encontrar no mercado medicamento similar à Elotin. Peça indicação a um médico ou farmacêutico.

Elotin é indicado para dor de ouvido.

Pergunta dos leitores

Elotin é indicado para dor de ouvido?

Sim, Elotin alivia os sintomas da dor de ouvido.

Elotin é um antibiótico?

Não, Elotin é um anti-inflamatório e antibactericida para doenças que acometem as orelhas e os ouvidos.