Franol Emagrece? Precisa de Receita? Veja na Bula os Efeitos Colaterais, Para que serve, Como tomar

Embora uma rotina de alimentação correta, exercícios físicos e repouso seja a fórmula mais saudável de emagrecer, ainda há muita gente que recorre a caminhos mais curtos, seja por preguiça ou para acelerar o ganho de massa muscular, no caso dos atletas e fisiculturistas.

Esses caminhos curtos são abertos por medicamentos que tem uma finalidade específica para aliviar sintomas de uma determinada doença, mas possui como efeitos colaterais a aceleração do metabolismo, perda de apetite e outras reações que acabam gerando emagrecimento.

Hoje vamos falar sobre o Franol, remédio que tem como componente a efedrina, uma das substâncias preferidas pelas pessoas que querem perder peso e ganhar músculos. Você lerá aqui sobre os riscos dessa prática, além, claro da finalidade correta do medicamento, que serve para tratar asma.

Para que serve o Franol

O Franol, como dito acima, é indicado para o tratamento da asma brônquica e de broncoespasmo, sintomas de quem sofre de bronquite ou enfisema pulmonar, doenças respiratórias graves que se desenvolvem nos pulmões de adultos ou crianças, conhecidas como doenças pulmonares obstrutivas crônicas.


Esse medicamento pode servir para uso supressivo ou terapêutico e age como um broncodilatador.

Como funciona o Franol

As substâncias na composição do Franol (vide o item abaixo) provocam a dilatação dos vasos pulmonares e dos brônquios, o que faz com que os sintomas da asma brônquica sejam menos agressivos. Com isso, o medicamento é eficaz no controle do broncoespasmo.

A teofilina, por exemplo, relaxa diretamente a musculatura lisa dos brônquios. Já a efedrina é um agente simpaticomimético que tem efeito direto e indireto nos receptores adrenérgicos. Junto com as demais substâncias, o remédio inibe a fosfodiesterase no corpo, o que gera o aumento do AMP-cíclicointracelular e, assim, o relaxamento muscular.

Quando usado em um tratamento longo, esse medicamento inibe a liberação do mediador químico e reduz congestões e edemas. Parte das substâncias é eliminada na urina e outra parte é absorvida no trato gastrintestinal.

Bula do Franol

Composição do Franol

De acordo com o laboratório Sanofi, essa é a composição do Franol:

Caixa com 20 comprimidos de 15 mg + 120 mg. Cada comprimido contém:

  • sulfato de efedrina (equivalente a 11,9 mg de efedrina): 15 mg
  • teofilina: 120 mg
  • Excipientes: talco, ácido esteárico, estearato de magnésio e amido de milho.

Antes e depois de usar Franol

Para fins médicos, como tratamento para a asma brônquica e os broncoespasmos, o Franol costuma ser benéfico e fazer efeito em um ou dois meses. Após a interrupção, o paciente pode levar a vida normalmente.

Para emagrecer, os desdobramentos são diferentes. Como o metabolismo é acelerado de forma artificial com o uso de Franol, quando o medicamento é interrompido, o funcionamento do corpo volta ao normal, assim como o gasto energético. Por isso, o peso pode voltar todo de uma vez.

O uso do Franol para fins estéticos não foi devidamente testado e avaliado clinicamente. Portanto, se você decidir por utiliza-lo dessa forma, faça com cuidado e associe a exercícios físicos. O mais importante é manter uma rotina e alimentação saudáveis.

Como tomar o Franol

O Franol deve ser utilizado via oral e é recomendado para adultos e crianças com asma brônquica e broncoespasmo. A dose varia muito de acordo com a idade, o peso e a intensidade da doença, mas geralmente os adultos devem usar três comprimidos por dia, em intervalos de 8 horas. Já as crianças podem ingerir uma ou duas doses por dia. Caso sejam necessárias mais doses, é importante fazer um acompanhamento dos níveis plasmáticos de teofilina para que eles sejam mantidos sempre abaixo de 20 mcg/mL.

Consulte um médico para saber a posologia mais adequada para o seu caso, assim como o tratamento correto caso acredite que Franol emagrece e queira usar para esse propósito. Fisiculturistas costumam usar um comprimido do medicamento por dia, após uma refeição e antes dos treinos físicos.

Contraindicação do Franol

O Franol é contraindicado para mulheres grávidas ou em período de amamentação, já que a teofilina e a efedrina passam para o leite materno. Crianças e idosos podem usar esse medicamento em doses e tempo de tratamento reduzidos, conforme orientação de um médico. Pessoas com alergia ou sensibilidade a qualquer componente da fórmula também não podem usar esse remédio, assim como pessoas que fazem uso de xantinas.

Pacientes com as doenças a seguir também não devem fazer uso de Franol:

  • transtornos cardíacos
  • doença coronariana
  • angina instável
  • arritmia cardíaca
  • pressão alta
  • porfiria
  • hipertireoidismo

Efeitos colaterais do Franol

Todas as reações listadas abaixo são comuns, o que significa que podem aparecer em 1 a 10% das pessoas que fazem uso desse medicamento. Se você sentir qualquer uma delas, interrompa o tratamento e procure o seu médico:

  • dor de cabeça
  • agitação, ansiedade e insônia
  • vertigem
  • tremor
  • arritmia e taquicardia
  • palpitação
  • fraqueza
  • náuseas e vômitos
  • vermelhidão na face e rubor
  • sudorese
  • sede excessiva
  • dificuldade para urinar
  • dispepsia (desconforto e sensação de peso após as refeições)

Franol emagrece?

A efedrina, um dos principais componentes do Franol, está proibida no Brasil para fins estéticos. Como ela é uma das substâncias preferidas por quem quer perder peso e ganhar massa muscular, os fisiculturistas recorreram a esse medicamento para associar ao treino físico. Ao mesmo tempo, muitas pessoas que simplesmente estão acima do peso e não fazem exercícios usam o Franol inadvertidamente para emagrecer.

De fato, a composição desse medicamento acelera o metabolismo, o que estimula a queima de gordura. A efedrina faz com que o corpo libere noradrenalina, um neurotransmissor que interage com as fibras musculares e os adipócitos. O Franol também aumenta a temperatura corporal e o consumo de oxigênio pelo organismo, duas ações que fazem com que a gente eleve o consumo de calorias e da gordura estocada na forma de tecido adiposo, mesmo quando estamos m repouso.

No entanto, esse remédio tem uma longa lista de efeitos colaterais (vide o item Efeitos colaterais do Franol), portanto é muito perigoso utiliza-lo sem o devido acompanhamento médico. Um profissional deverá avaliar o seu caso, peso, histórico e as suas alergias.

franol emagrece

Superdosagem do Franol

Além dos sintomas adversos descritos acima, a superdosagem de Franol pode causar

  • febre
  • irritabilidade excessiva
  • dificuldade para respirar
  • aumento da diurese (secreção de urina)
  • hiperglicemia
  • alucinações e convulsões
  • opistótono (espasmo que faz com que a coluna vertebral e as extremidades do corpo se curvem para trás, em arco)

Se ocorrer a superdosagem, procure imediatamente um hospital levando a caixa e a bula do Franol. A equipe médica deverá fazer terapia sintomática e de suporte. Também é possível fazer testes para identificação do nível plasmático de teofilina, monitorar o ritmo cardíaca e tomar medidas para manter o balanço hidroeletrolítico.

Em casos mais graves, talvez seja preciso realizar uma aspiração ou lavagem gástrica. As alucinações podem ser controladas com clorpromazina e a hipertensão poderá demandar o uso de um bloqueador alfa-adrenorreceptor. Já a arritmia pode ser tratada com um bloqueador beta-adrenérgico.

Precauções

Pessoas que sofrem de doenças do coração, rins, fígado, estômago ou próstata devem tomar cuidado antes de usar Franol. Como dito acima, gestantes e lactantes não devem usar esse medicamento. Crianças e idosos precisam avaliar o risco/benefício com um médico. Fale sempre os outros medicamentos que está usando e respeite a dosagem e o período de tratamento indicado por ele.

Pacientes com hipertireoidismo, glaucoma de ângulo fechado, hipertrofia prostática, úlcera péptica, agitação e feocromocitoma (tipo raro de tumor que aparece no tecido de glândulas) devem usar esse medicamento com cautela e doses reduzidas. Quem usou inibidores de MAO nos últimos 14 dias também devem buscar avaliação médica.

O Franol pode causar doping. Esse remédio não interfere na capacidade de dirigir ou operar máquinas.

Interação do Franol com outros remédios

Os remédios abaixo não devem ser usados juntamente com Franol:

  • propranolol ou medicamentos similares para o coração
  • cimetidina ou medicamentos similares para o estômago
  • alopurinol ou medicamentos similares para reduzir o ácido úrico
  • eritromicina, rifampicina ou antibióticos similares
  • anticoncepcionais
  • outros medicamentos contendo xantina

Não consuma bebidas alcoólicas durante o tratamento com Franol.

Franol preço

O Franol é um medicamento controlado e, seguindo uma portaria da Anvisa, só pode ser vendido com indicação médica e retenção da receita por parte do farmacêutico. O remédio é proibido no Brasil para fins estéticos. Em alguns períodos do ano, o medicamento pode estar em falta no país.

Em 2016, o laboratório responsável pela fabricação declarou que tem dificuldades para adquirir os insumos necessários para fabricar o princípio ativo sulfato de efedrina. A Anvisa, regularmente, toma medidas para ajudar no abastecimento.

Existem preços disponíveis para consulta na internet:

  • Caixa com 20 comprimidos de 15 mg + 120 mg – média de R$ 8,00

Franol genérico

O genérico do Franol é o Sulfato de Efedrina, que pode ser encontrado nas farmácias com a mesma disponibilidade descrita acima. No entanto, os preços são muito parecidos e igualmente baixos. Assim como o valor do Marax, medicamento similar.

Pergunta dos leitores

Faz mal usar Franol com cafeína?

A combinação de efedrina com cafeína e aspirina, conhecida como Combo ECA, é uma das substâncias termogênicas preferidas dos fisiculturistas e instrutores de academia. O uso dessas drogas combinadas, de fato é mais eficiente para acelerar o metabolismo e a perda de peso. No entanto, os riscos e efeitos colaterais das três substâncias se somam, formando uma verdadeira bomba para o organismo.

Além das reações adversas, o ECA pode causar dependência. Nunca faça uso dessa combinação sem antes consultar um médico.

Vale a pena tomar Franol para emagrecer?

Como dito em vários itens acima, não existem estudos que comprovem com segurança que Franol emagrece ou ganhar massa muscular. A Anvisa proibiu no Brasil a efedrina, substância base do medicamento, para fins estéticos. Além disso, os efeitos colaterais causam grandes riscos à saúde. Uma rotina de alimentação correta, exercícios físicos e repouso é a forma de emagrecer que mais vale a pena.