Gynomax – Preço, Bula, Genérico, Creme, Para que serve?

Nada mais importante para uma mulher do que cuidar da sua saúde íntima. Uma das doenças mais comuns que pode acometer a mulheres é a vulvovaginite.  Mas a doença tem fácil tratamento e pode ser realizado com o medicamento Gynomax, que dá fim ao incômodo problema.

O problema pode ser ocasionado por fungos, protozoários e bactérias como a Candida, a Trichomonas e a Gardnerella, de forma mistas ou isoladas.

Para que serve o Gynomax

O Gynomax trata-se de uma medicação usada para combater a Candida, a Trichomonas e Gardnerella. Esses são micro-organismos que causam diversos problemas nas mulheres , como: coceira, mau cheiro, corrimentos.

O produto é apresentado na forma de creme intravaginal.


Como funciona o Gynomax

Esse medicamento exerce ação antifúngica. A medicação combate as colônias de fungos que se acumulam no órgão genital feminino – responsáveis pela infecção. Também tem ação contra diversos tipos de protozoários e bactérias.

A ação do medicamento pode ser observada após 24 a 72 horas da administração da substância.

Como usar o Gynomax

  1. Primeiramente, a mulher deve retirar a tampa da bisnaga e perfurar o lacre de segurança com o fundo da tampa. É importante não utilizar outro material para furar o lacre de segurança para evitar a contaminação do conteúdo da bisnaga;
  2. Encaixa-se o aplicador descartável na bisnaga aberta, rosqueando o aplicador;Gynomax cândida
  3. Encha o aplicador, apertando suavemente a bisnaga até que o êmbolo de creme preencha todo o aplicador;
  4. Desrosqueie o aplicador e feche a bisnaga em seguida;
  5. Agora introduza delicadamente o aplicador cheio na vagina. Mantenha-se em uma posição em que o aplicador atinja a região intravaginal o mais profundamente possível. A melhor posição para a aplicação é manter-se deitada com as pernas flexionadas.
  6. Despeje lentamente o conteúdo da bisnaga até esvaziar o aplicador descartável;
  7. Retire cuidadosamente o aplicador do canal vaginal e descarte-o.

Recomenda-se que o produto seja aplicado a noite, antes de se deitar, para melhor absorção pela pele. O produto deve ser aplicado por 7 noites seguida ou como médico recomendar.

Importante: Lave as suas mãos com água e sabão sempre antes e após a aplicação de Gynomax no canal intravaginal. Isso evita possíveis reinfecções.

Gynomax Creme

O Creme apresenta a cada 5 g do 100 mg de Tioconazol e 150 mg de Tinidazol. O produto vem com 35 g de creme e 7 aplicadores descartáveis.

Gynomax óvulo

Gynomax não está disponível no mercado na versão óvulos. A opção similar com versão óvulo que pode ser encontrada é o medicamento Fentizol.

Gynomax comprimido

Gynomax também não tem apresentação em comprimidos. Os pacientes podem encontrar comprimidos com composições similares com as nomenclaturas: Gynopac, Colpotrofine, Vagi, Evocanil, Ovestrion, entre outros

Composição

Gynomax contém, a cada 5 g de produto, 100 mg de Tioconazol e 150 mg de Tinidazol.

Contraindicação

O uso desse medicamento é contraindicado para mulheres que apresentem hipersensibilidade a componentes da fórmula, como  agentes antimicrobianos imidazólicos. Vale ressaltar que o Tinidazol tem a capacidade de atravessar a barreira placentária, atingindo o leite materno quando utilizado por mulheres em período de amamentação.

Lactentes, portanto, devem consultar o médico antes de utilizar o medicamento.

Gynomaz também é contraindicado para mulheres que estejam no primeiro trimestre de gestação.

Assim como outras medicações de composição semelhante, o Tinidazol deve ser evitado por pessoas em situação ou com antecedentes de deficiências sanguíneas, ainda que pesquisas com animais e estudos clínicos não tenham demonstrados anormalidades hematológicas. O medicamento ainda deve ser evitado por mulheres com distúrbios neurológicos.

Além disso, este medicamento é contraindicado para uso por crianças.

Efeitos colaterais do Gynomax

Gynomax costuma ser bem tolerado em sua utilização. Alguns efeitos adversos podem aparecer, como reações alérgicas ou sensação de queimação. Raramente também pode aparecer queimação ao urinar, inchaços nos membros inferiores e irritação local.

Superdosagem

Caso seja usada uma dose maior que a indicada pela bula do medicamento, procure atendimento médico imediatamente.

Precauções

É importante citar que esse medicamento deve ser aplicado apenas por via intravaginal. Também não é recomendado o uso de absorventes íntimos internos durante o tratamento com o medicamento para não reduzir a eficácia dos componentes.

O uso desta medicação juntamente com bebidas alcoólicas não está recomendada, pois pode aparecer cólicas abdominais, vômitos e vermelhidão na pele. O consumo de álcool está liberado apenas após 72 horas do fim do tratamento com Gynomax. Isso porque 72 horas é o tempo que a medicação é expelida do corpo após o seu uso.

Durante o tratamento use sempre peças íntimas limpas e, de preferência, de algodão. Evite roupas íntimas de tecido sintético, pois pode aparecer coceiras na região.

Atenção às medidas higiênicas para não acontecer reinfecção vaginal.Gynomax

É importante também higienizar sempre as mãos com água e sabão antes e após a aplicação desta medicação.

Como já foi mencionado, não faça uso do Gynomax durante o primeiro trimestre de gestação ou durante o processo de amamentação. Caso a mulher esteja no segundo ou terceiro trimestre de gravidez poderá usar esse remédio com a aprovação de seu ginecologista e obstetra.

Atenção! Gynomax é excretado no leite materno

O tinidazol, que é um dos principais agentes ativos da fórmula do Gynomax é expelido no leite materno por até 72 horas após o final do tratamento. Portanto, se precisar realmente utilizar o remédio, não amamente crianças durante o processo e após 3 dias do término do uso desta medicação.

Antes de usar o Gynomax a mulher deve informar ao médico se está usando outras medicações. O produto pode ter eventuais interações medicamentosas.

Não use esse medicamento sem a ciência de seu médico. Isso pode ser causar danos a sua saúde.

O uso do Gynomax potencializa o efeito de medicações com efeitos anticoagulantes orais, como a varfarina. O uso da medicação com anticoagulantes pode aumentar o risco de sangramentos. Avise seu médico se você faz uso de varfarina.

Interação do Gynomax com outros remédios

O uso de Gynomax pode potencializar o efeito de medicações anticoagulantes orais, como a varfarina. Já a administração deste remédio com álcool pode causar vômitos, cólicas e vermelhidão na pele.

Não foram relatadas interações medicamentosas importantes com outros tipos de medicamentos.

Gynomax Preço

O Gynomax é encontrado nas farmácias e drogarias por cerca de R$ 68,92, na apresentação creme intravaginal.

Gynomax Genérico

A versão genérica do medicamento pode ser encontrada em farmácias e drogarias por a partir de R$ 16,90.

Pergunta dos leitores

Gynomax é um antibiótico?

Não. Gynomax possui na sua fórmula agentes antifúngicos.

Gynomax precisa de receita?

Não é preciso receita médica para adquirir Gynomax. Porém, o uso da medicação deve ser indicada por médico. Utilizar medicamentos por conta própria pode ser perigoso para a sua saúde.