Loritil – Bula, Para que serve? Serve pra tosse? Como Tomar? Preço

As alergias podem trazer um grande desconforto, causando sintomas extremamente incômodos e desagradáveis e é para esses casos que existe Loritil. Então, se você que saber como esse medicamento funciona, par que ser e como deve ser utilizado, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber.

Para que serve o Loritil

Loritil é um medicamento que serve para aliviar temporariamente os sintomas que são associados à rinite alérgica, tais como coriza (secreção nasal), espirros, ardor coceira nos olhos, coceira no nariz, entre outros.

Esse medicamento também é indicado para aliviar os sinais e sintomas da urticária bem como de outras alergias de pele.

Como funciona Loritil

Loritil é um medicamento do grupo dos medicamentos anti-histamínicos que tem como objetivo de diminuição dos sintomas de uma alergia, prevenindo o corpo dos efeitos da histamina, que nada mais é do que uma substância produzida pelo corpo mediante um agente alérgico.


Os sintomas e sinais nasais e oculares da rinite alérgica tendem a ser rapidamente aliviados depois da administração oral desse produto.

Como usar o Loritil

Para adultos e crianças maiores de 12 anos de idade que possuam peso corporal maior que 30 kg, a posologia é de 1 comprimido (dose única) de Loritil, com 10 mg, apenas uma vez ao dia.

Não é recomendada a administração de mais de 1 comprimido em menos de 24 horas. O médio ou farmacêutico sempre ira informar quando é que o medicamento deve ser administrado.

Embalagem de Loritil

O paciente sempre deve sempre seguir a orientação médica a respeito das doses, do modo de usar e da duração do tratamento.

Caso os sintomas não desapareçam, é fundamental procurar orientação médica ou de um cirurgião-dentista.

Contraindicações do Xarope Loritil

Loritil é um medicamento contraindicado para aqueles pacientes que já apresentaram qualquer tipo hipersensibilidade (reação alérgica) a loratadina ou quaisquer outros componentes da fórmula.

Esse medicamento também é contraindicado para pacientes pediátricos abaixo de 12 anos de idade.

Precauções

Caso a paciente esteja grávida ou em fase de amamentação é necessário procurar o médico ou farmacêutico antes de usar Loritil. O mesmo vale para pacientes que possuam doença nos rins ou fígado.

Uso durante amamentação e gravidez

Loritil não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem que haja orientação de um médico ou cirurgião-dentista.

Ainda não foi determinado se o uso desse medicamento pode acarretar quaisquer riscos durante a amamentação ou durante a gravidez.

Sendo assim, somente o médico é que irá poder determinar se os benefícios potenciais para a mãe podem justificar os possíveis riscos para o feto ou para o recém-nascido (lactente).

Visto que a loratadina, substancia ativa de Loritil, é excretada através do leite materno e graças ao aumento de risco do uso de medicamentos anti-histamínicos por crianças, especialmente recém-nascidos e bebês prematuros é sempre indicado que se descontinue a amamentação e que ou que uso do medicamento seja interrompido.

Pacientes idosos

Em pacientes idosos não existe qualquer necessidade de alterar a dose indicada visto que não acontecem alterações na metabolização em decorrência da idade. Os idosos devem seguir sempre as mesmas orientações indicadas para os adultos.

Advertências

Caso o paciente possua algum problema na função hepática ou insuficiência renal é preciso que a dose inicial seja reduzida para um comprimidos em dias alternados, ou seja, um comprimido a cada 48 horas. Sendo assim, é recomendado procurar a orientação de um médico.

A eficácia desse medicamento, bem como a sus segurança fica comprometida quando administrado por vias não recomendadas. Sendo assim, para que esse medicamento ofereça seus benefícios, use somente por via oral.

Efeitos colaterais do Loritil

Assim como a maioria dos medicamentos, Loritil também pode gerar a ocorrência de reações adversas. Sendo assim, juntamente com os efeitos fundamentais para o tratamento, esse produto pode ocasionar reações indesejáveis.

Embora nem todos apresentem reações decorrentes do uso de Loritil, caso elas ocorram nos pacientes tratados com esse medicamento, é fundamental procurar o atendimento médico.

Normalmente Loritil não costuma causar sonolência ou secura na boca. Os efeitos indesejáveis mais comuns são:

  • Sensação de cansaço
  • Dor de cabeça (cefaleia)
  • Perturbação estomacal
  • Erupções cutâneas
  • Nervosismo

Em casos mais raros pode ocorrer ainda a perda de cabelos, reações alérgicas severas, palpitações, problemas no fígado, taquicardia e tontura.

Sempre informe ao seu médico, farmacêutico ou cirurgião-dentista sobe o aparecimento de reações adversas decorrentes do uso desse medicamento. Se possível, informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Interação do Loritil com outros medicamentos

Loritil não tem apresentado efeitos aditivos com o uso concomitante de bebidas alcoólicas.

Caso o paciente vá fazer exames de pele para detecção de alergia é fundamental comunicar ao médico. Isso porque o uso de Loritil deve ser suspenso alguns dias antes da realização dos testes, visto que pode afetar os resultados obtidos no mesmo.

Sempre informe ao seu médico ou cirurgião dentista se estiver fazendo uso de qualquer outro medicamento.

Composição

Loritil é um medicamento de uso adulto e pediátrico para crianças acima de 12 anos de idade. Cada comprimido desse produto contém:

loratadina ………. 10 mg

Excipientes: dióxido de silício, celulose microcristalina, copovidona, crospovidona e estearato de magnésio.

Superdosagem do Loritil

Loritil é um medicamento que só deve ser administrado nas doses recomendadas. Caso alguém utilize uma dose de loratadina podem ocorrer sintomas como sonolência, aumento da frequência dos batimentos cardíaca e dor de cabeça.

Sendo assim, caso isso ocorra, procure imediatamente o socorro médico, levando consigo a bula ou a embalagem do produto consigo.

E o que fazer antes de procurar o socorro médico?

A primeira coisa a ser feita é evitar a ingestão de líquido e alimentos e a provocação de vômito. Além disso, o mais correto é sempre procurar o serviço de atendimento médico, preferencialmente sabendo a qual foi a quantidade exata de medicação que foi ingerida pelo paciente.

Caso uma grande quantidade desse medicamento seja ingerida, procure imediatamente o socorro médico e leve consigo a embalagem e a bula do produto. Para receber orientações ligue para 0800 722 600.

Sempre siga adequadamente as instruções de uso e, caso os sintomas não desapareçam, busque por orientação médica.

Armazenamento

Loritil deve ser sempre mantido em temperatura ambiente, entre 15º e 30ºC, ao abrigo de umidade e luz.

O número do lote, data de fabricação e prazo de validade podem ser encontrados na embalagem.

Quanto às características físicas e organolépticas desse medicamento é importante observar que Loritil se apresenta em forma de um comprimido de cor branca, circular plano e com um vinco.

Sendo assim, antes de usar, verifique o aspecto do medicamento e, se ele estiver dentro do prazo de validade, mas apresente alguma mudança de aspecto, consulte o farmacêutico para saber se ele pode ser usado.

Todo medicamento deve sempre ser mantido fora do alcance de crianças.

Loritil preçoEmbalagem de Loratadina

Para realizar a compra de Loritil não é preciso a apresentação de nenhuma receita e o preço do medicamento pode variar de acordo com a região na qual você se encontra e o local escolhido para comprar.

No entanto, na internet, uma caixa com 12 comprimidos de 10 mg de loratadina pode ser encontrado por um preço entre R$ 5,50 e R$ 7,10 reais.

Loritil Genérico

Para encontrar o genérico de Loritil basta conversar com o farmacêutico e solicitar pelo princípio ativo desse medicamento, que é a loratadina.

No entanto é sempre importante observar as concentrações do medicamento, que é de 10 mg.

Certamente o farmacêutico saberá indicar o melhor genérico disponível no seu local de compras.

Pergunta dos leitores

Loritil da sono?

Normalmente não, porém um dos seus efeitos indesejáveis é que pode causar sonolência. No entanto isso não ocorre com todos os que utilizam Loritil.

Loritil tem corticoide?

Não, a loratadina não é um corticoide e sim um anti-histamínico, como já foi dito anteriormente.

Ambos podem ser utilizados no tratamento de alergias, porém têm ação diferente, atuando de formas distintas no organismo humano.

Loritil serve para dor de dente?

Não existe qualquer menção na bula que respalde a informação de que Loritil sirva para a dor de dente. Sendo assim, fale com o seu médico ou cirurgião-dentista e se informe pois existem medicamentos mais adequados para essa finalidade.

Pronto, agora você já conhece Loritil para que serve, como age e com é eficiente para o que propõe.