Naltrexona Bula – Para Que Serve? Emagrece? Efeitos Colaterais, Contraindicações, Preço!

A Naltrexona é um medicamento cujo funcionamento ainda não se conhece bem, mas que oferece bons resultados no tratamento de alcoolismo e dependência de opioides. Então, para saber mais sobre esse remédio, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber.

Para que serve o Naltrexona

O Naltrexona é um medicamento que serve como parte de um tratamento para a dependência de opioides ou alcoolismo. Deve ser administrado com acompanhamento médico, ou seja, nunca sem o suporte adequado.

Como funciona o Naltrexona

A substância ativa desse medicamento, o cloridrato de naltrexona atua como um antagonista das substâncias opioides. Tais como heroína e morfina, atenuando ou bloqueando o efeito da mesmas no organismo.

O seu mecanismo de atuação para tratar o alcoolismo ainda não é completamente claro. Porém, algumas informações de estudos que foram realizados sugerem que ele é eficiente na redução do consumo de álcool.


Como usar o Naltrexona (dosagem)

Esse medicamento se apresenta em forma de comprimido revestido e deve ser administrado exclusivamente por via oral. Comunique ao médico caso seja necessário fazer uso de outros medicamentos.

Para o tratamento do alcoolismo, a dose diária recomendada é de 50 mg, administrados preferencialmente no mesmo horário.

Para o tratamento da dependência de opioides o tratamento não deve ser iniciado até que o uso dessas substâncias tenha sido interrompido por ao menos 7 a 10 dias.

Pode ser necessária a realização de ume exame de urina para verificar a presença das substâncias e caso não estejam mais presentes no organismo, a dose diária indicada é também de 50 mg por dia.

Sempre siga a orientação do médico no que diz respeito aos horários, doses e duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem que haja conhecimento médico.

Naltrexona Bula

O comprimido não deve ser partido ou mastigado!

Composição

Cada comprimido de naltrexona contém:

cloridrato de naltrexona ………. 50 mg

excipiente q.s.p. ………. 1 comp.

(Excipientes: dióxido de silício, celulose microcristalina, lactose, estearato de magnésio vegetal, crospovidona, álcool etílico, macrogol, dióxido de titânio, hipromelose + macrogol, óxido de ferro vermelho, óxido de ferro amarelo, água purificada).

Contraindicação

O cloridrato de naltrexona é uma substância contraindicada para pacientes que apresentem reação de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes de sua fórmula. Além disso, ele ainda é contraindico em:

  • Pacientes que estejam fazendo uso de analgésicos opioides
  • Pacientes em situação de dependência de opioides
  • Pacientes em crise aguda de abstinência de opioides
  • Pacientes com teste de urina positivo para uso de opioides
  • Pacientes portadores de deficiência hepática ou com hepatite aguda

Efeitos colaterais do Naltrexona

Normalmente, quando utilizado nas doses recomendadas, esse produto é bastante bem tolerado. Porem pode causar danos hepáticos se for utilizado em excesso ou por pacientes que possuam doenças hepáticas com outras causas.

Caso ocorram dores abdominais, escurecimento da urina ou a coloração dos olhos fique amarelada, o uso do medicamento deve ser suspenso e o médico deve ser consultado.

Em estudos com pacientes alcoólatras que fizeram uso de Naltrexona foram constatadas as seguintes reações indesejáveis:

  • Tontura
  • Náusea
  • Dor de cabeça
  • Vômitos
  • Nervosismo
  • Cansaço
  • Ansiedade
  • Sonolência

Já no grupo de placebo foram observadas reações como depressão, tendência suicida e tentativa de suicídio.

No tratamento de dependentes de substâncias opioides, em estudos clínicos e no estado basal, foram relatadas as seguintes reações indesejáveis: dificuldade de adormecer, nervosismo, ansiedade, cãibra ou dor abdominal, vômitos, náusea, dores articulares e musculares, cefaleia, perda de apetite, constipação, cefaleia, aumento da sede, maior energia, irritabilidade, depressão, tontura, exantema cutâneo, calafrios, congestão, prurido, espirros, sangramento nasal, edema, rouquidão, elevação da pressão arterial, diarreia, hemorroidas, úlcera, flatulência, tremores, diminuição ou aumento do interesse sexual, herpes simples, alucinação, pesadelos, fadiga, inquietação, confusão, desorientação, cansaço, ganho de peso, sonolência, aumento de apetite, depressão, tentativa de suicídio, pés frios, boca seca e febre.

Sempre informe ao médico sobre o aparecimento de reações indesejáveis decorrentes do uso desse medicamento.

Superdosagem

Caso alguém utilize uma grande quantidade desse fármaco, é imprescindível procurar o socorro médico o mais rápido possível, levando consigo a bula ou a embalagem do produto.

Em casos de intoxicação e para mais orientações ligue para 0800 722 6001.

Naltrexona e Bupropiona emagrece?

Separadamente essas Naltrexonasubstâncias não possuem propriedades emagrecedoras, no entanto, quando são combinadas em um mesmo medicamento elas atuam inibindo os receptores de beta-endorfina, levando à redução do apetite e ao aumento do gasto de energia.

Precauções

Pode haver precipitação grave da crise de abstinência causada pela ingestão acidental de Naltrexona em pacientes que possuem dependência e opioides com sintomas que aparecem 5 minutos depois da ingestão e podem durar até 48h.

Nessa situação o paciente apresenta estado mental alterado, confusão, alucinações, sonolência perda de fluidos por diarreia e vômito sendo necessário fazer a reidratação venosa.

Suicídio

Há um risco aumentado de suicídio em pacientes que fazem abuso de drogas, na presença de depressão ou não e esse risco não é reduzido durante o tratamento.

Gravidez e amamentação

Não existem estudos suficientes sobre a administração dessa substância em mulheres grávidas. Seu uso só deve ser feito quando os benefícios justificarem os riscos. Naltrexona não deve ser utilizada por gestantes sem que haja orientação médica.

Não é conhecido se a naltrexona é excretada através do leite só devendo ser utilizada nessas condições quando o benefício superar os riscos ao bebê.

Esse medicamento não apresenta efeitos sobre a fertilidade masculina quando utilizado na dosagem correta.

Interação do Naltrexona com outros remédios

Ainda não existem registros das interações medicamentosas de naltrexona com outros fármacos. Sendo assim é preciso bastante atenção na sua administração quando for concomitante com outras drogas.

A interação de naltrexona com dissulfiram é desconhecida, por isso, é desaconselhável a combinação dessas substâncias visto que são hepatotóxicas, a menos que os benefícios se justifiquem.

O uso desse medicamento concomitantemente com Tioridazina pode provocar sonolência e letargia.

Pode não haver Naltrexona Reviabenefícios para os pacientes em tratamentos com medicamentos que contenham opioides, tais como aqueles para resfriados, tosse e analgésicos.

Sendo assim, quando for necessária a analgesia de pacientes que utilizam a naltrexona, pode ser preciso utilizar uma dosagem mais alta do que o usual.

Armazenamento

Esse medicamento deve ser armazenado em temperatura ambiente, entre 15º e 30ºC, ao abrigo de umidade e luz e em sua embalagem original, mesmo depois de aberto.

O prazo de validade, número do lote e data de fabricação podem ser encontrados na embalagem do produto, que não deve ser utilizado caso o prazo de validade estiver vencido.

Naltrexona Preço

Para comprar esse medicamento é necessária a apresentação de receita médica C1 branca de 2 vias. O seu preço pode variar de acordo com a região na qual você se encontra e o local escolhido para a compra, bem como se você vai comprar o produto referência ou o seu genérico, visto que a segunda opção costuma custar menos.

Ele pode ser encontrado sob diferentes nomes comerciais, tais como Revia e Uninaltrex.

Na internet, uma caixa com 30 comprimidos de 50 mg de Naltrexona pode ser encontrada por em média R$ 335 reais. Já a caixa com 30 comprimidos e 50 mg pode ser encontrada por em média R$ 120 reais.

Naltrexona Genérico

Para encontrar o genérico desse medicamento, basta ir até a farmácia e solicitar ao farmacêutico pelo principio ativo do mesmo, que é o Cloridrato De Naltrexona.

Pergunta dos leitores

Naltrexona emagrece mesmo?

Sozinha a Natrexona não possui propriedades emagrecedores e não deve ser utilizada para essa finalidade visto que pode trazer riscos à sua saúde.