Nisoflan Bula – Para Que Serve? Dor de Cabeça? Dente? Garganta?

Três efeitos bem importantes que pacientes buscam em medicamentos são os anti-inflamatórios, analgésicos e antipiréticos. A primeira ação, como já diz o nome, é para fazer o tratamento de alguma inflamação presente no organismo, a segunda consegue aliviar os sintomas de dor, que normalmente são causados pela infecção, e a terceira é efetiva contra a febre, dos mais diversos níveis e temperaturas. Felizmente, diversos remédios possuem esses três efeitos, e agem de maneira efetiva contra diversas doenças e problemas que pode colocar a saúde das pessoas em risco. Entre eles, um medicamento que se destaque bastante é o Nisoflan, já que possui a ótima substância nimesulida como seu princípio ativo.

Com isso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando informações essenciais presentes em sua bula, principalmente com detalhes importantes de seu uso e prescrições de precauções e contraindicações que devem ser seguidas a risca.

Para que serve o Nisoflan

Como citado na introdução inicial, o medicamento Nisoflan possui efeitos anti-inflamatórios, analgésicos e antipiréticos. Com isso, ele é indicado para ser utilizado em pacientes que possuam as seguintes doenças, inflamações ou sintomas:

  • Dermatite seborréica ou atópica.
  • Presença de caspas
  • Eczemas
  • Psoríase
  • Estados de flogísticos
  • Rompimento dos ligamentos
  • Dor ou inflamação resultada de alguma operação ortopédico ou odontológico
  • Inflamação no útero
  • Dor na região da coluna vertebral
  • Afecção aguda, com presença de dor, dos músculos e ossos, não sendo das articulações
  • Alívio dos sintomas de dor de infecções ou inflamações no ouvido, nariz e garganta
  • Dor ou edema causado por alguma inflamação nos tendões, ligamentos, músculos e articulações
  • Torcicolos, e outras distensões musculares
  • Tendinite
  • Artrites

Além de todas essas situações citadas acima, o Nisoflan também é indicado para qualquer doença que possa ser tratada com um ação anti-inflamatória, analgésica ou antipirética.

Vale ressaltar que, independe de saber sobre o para que é indicado uso do medicamento, nunca o utilizam sem orientação de um médico especialista para dar início ao tratamento, principalmente pela presença da substância nimesulida.

Como funciona o NisoflanNisoflan caixa

O efeito anti-inflamatório, analgésico e antipirético que o medicamento faz dentro do organismo está diretamente ligado aos mecanismos feitos pela sua substância ativa, a nimesulida.

A nimesulida, já dentro do corpo humano, consegue impedir a ação da cicloxigenase, uma enzima que executa a produção da substância prostaglandina, causadora da dor e inflamação no paciente, conseguindo fazer que ambos diminuam e sumam.

Para começar a fazer o combate a inflamação e dar os primeiros sinais de alívio de dor, a nimesulida precisa estar cerca de 15 minutos dentro do organismo. Já para a ação de diminuir a febre, o princípio ativo do Nisoflan necessita de aproximadamente 1 a 2 horas para dar os primeiros resultados.

Como usar o Nisoflan

A ingestão do medicamento Nisoflan é feita, exclusivamente, por via oral. Nunca o mastigue e tome junto a um copo de água.

O comprimido deve ser ingerido, sempre que possível, depois das principais refeições diárias. O tratamento deve durar o menor tempo possível, sendo que os sintomas precisam apresentar significativas melhoras depois de cerca de uma semana de utilização do medicamento, seguindo sempre as orientações do médico especialista.

O tratamento com Nisoflan só é permitido para crianças, adolescentes e adultos com idade acima dos 12 anos. A posologia recomendada para esses pacientes são:

  • Dose de meio a um comprido duas vezes ao dia, podendo, dependo caso do paciente e com orientação médica, alcançar a dosagem de dois comprimidos duas vezes ao dia.

A dose máxima permitida por dia é de 4 comprimidos, sendo que o paciente ingerir mais que isso, já pode ser considerada superdosagem, com possibilidades do paciente colocar em risco sua saúde.

O médico pode, e deve, fazer as orientações e alterações corretas sobre a dose, horários e duração do tratamento.

Precauções do Nisoflan

Como sempre é indicado diante da utilização de algum novo medicamento, pacientes em tratamento com o anti-inflamatório Nisoflan deverão seguirem algumas precauções, para não colocar sua vida ou saúde em risco. São elas:

  • Drogas anti-inflamatórias não esteroidais, como é o caso do Nisoflan, podem trazer um falso resultado diante do sintoma de febre relacionado a alguma infecção bacteriana.
  • Não utilizar outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroidais ou analgésicos junto com a ingestão de nimesulida.
  • Utilizar nimesulida junto de álcool ou com algum substância que pode causar danos ao fígado não é recomendado, pois existe grande risco de ocorrer reações hepáticas durante o tratamento.
  • Pacientes que possuam algum problema relacionado ao fígado devem ter a utilização do Nisoflan controlada por um médico especialista.
  • Em casos de efeitos colaterais ligados a função hepática, o tratamento com nimesulida deve ser cessado, até segundas ordens do seu médico.

Contraindicações do Nisoflan

Contraindicações do Nisoflan
Além das precauções que devem ser seguidas, existem algumas contraindicações que devem ser seguidas por todos que pretendem iniciar o tratamento utilizando Nisoflan. São elas:

  • Quem tenha hipersensibilidade, alergia ou qualquer outro problema que pode ser causado ou agravada com a ingestão dos componentes presentes na fórmula do medicamento.
  • Quem tenha hipersensibilidade, alergia ou qualquer outro problema que pode ser causado ou agravada com a utilização de ácido acetilsalicílico, a outros remédios anti-inflamatórios não-esteróides ou ao diclofenaco.
  • Pacientes com úlcera gástrica ou intestinal.
  • Pacientes com histórico de sangramento no estômago ou intestino.
  • Quem tenha mal funcionamento do coração, dos rins ou do fígado.
  • Pacientes com crises de asma, urticária ou rinite aguda.
  • Crianças com idade menor do que 12 anos, exceto em casos que possua indicação médica especializada.

Reações Adversas do Nisoflan

A utilização do Nisoflan pode causar algumas reações adversas e efeitos colaterais indesejados nos pacientes em tratamento. As que tem chances de surgir são:

      • Diarreia e vômitos
      • Náuseas
      • Coceira
      • Vermelhidão na pele
      • Suor em excesso
      • Gases e intestino preso
      • Gastrite
      • Tonturas
      • Pressão alta
      • Edema e dermatite
      • Ansiedade
      • Pesadelos
      • Problemas na visão
      • Hemorragia
      • Calor em excesso
      • Dor e dificuldade para urinar, com presença de sangue no líquido
      • Anemia
      • Eosinofilia e hipercalemia
      • Mal-estar
      • Fraqueza do organismo
    • Urticária
    • Eritema
    • Síndrome de Stevens-Johnson
    • Necrólise
    • Dor na região do abdômen
    • Indigestão
    • Inflamação na região da boca
    • Fezes om presença de sangue
    • Feridas ou sangramento no estômago ou no intestino
    • Dor de cabeça
    • Sonolência
    • Dificuldades renais, com possível inflamação
    • Manchas roxas pelo corpo
    • Pancitopenia e trombocitopenia
    • Hipotermia
    • Reações hepáticas
    • Hepatite aguda
    • Icterícia
    • Diminuição do fluxo da bile
    • Dificuldade de de respiração, principalmente em quem tenha alergia ao ácido acetilsalicílico

    Diante do surgimento de qualquer uma das reações adversas citadas acima, ou algum outro efeito colateral indesejado, informe seu médico e notifique a ANVISA.

    Composição do Nisoflan

    Cada um comprimido de Nisoflan possui os seguintes ingredientes:

    • 100 mg de nimesulida
    • Além disso, completa a fórmula os seguintes componentes, como excipientes: lactose monoidratada, celulose microcristalina, laurilsulfato de sódio, amido, croscarmelose sódica,benzoato de sódio, estearato de magnésio e água purificada.

    Superdosagem do Nisoflan

    Nisoflan Dermatite

    Nisoflan é indicado para o tratamento de dermatite

    Em caso de superdosagem do Nisoflan, quando o paciente utiliza uma dose maior do que a permitida do medicamento, pode ocorrer as seguintes reações:

    • Sonolência
    • Dor na região do estômago
    • Enjoo e vômito
    • Sangramento no estômago
    • Sangramento no intestino
    • Pressão alta
    • Alteração no funcionamento dos rins
    • Problemas respiratórios

    Caso ocorra essa superdosagem, é necessário buscar um médico com urgência, levando a bula e embalagem original do Nisoflan, além de informar a quantidade que foi ingerida.

    Interação Medicamentosa do Nisoflan

    A utilização do Nisoflan e do seu princípio ativo, nimesulida, junto com outros medicamento e substâncias podem causar algumas interações indesejadas. As mais comuns e que devem ser evitadas são:

    • A ingestão da substância nimesulida não deve ser feita junto a medicamento que podem causar problemas ao fígado ou causar reações hepáticas.
    • Nisoflan pode causar reações com outros anti-inflamatórios não esteroidais.
    • O uso da nimesulida junto com metotrexato, sem completar 24 horas entre a ingestão de ambos, deve ser evitado, pois pode causar aumento no nível sérico do metotrexato.
    • Administrar Nisoflan junto com pemetrexede pode causar o nível de toxicidade do mesmo.
    • Utilizar nimesulida junto com as substâncias apixabana, ardeparina, acebutalol, certoparina, citalopram, clopidogrel, clovoxamina, dalteparina, danaparoide, desirudina, duloxetina, enoxaparina, eptifabatida, escitalopram, femoxetina, flesinoxan, fluoxetina, ginko biloba, heparina, levomilnacipram, milnacipram, nadroprarina, nefazodona, parnaparina, paroxetina, pentosano polissulfato de sódio, pentoxifilina, prasugrel, proteína C, reviparina, rivaroxabana, ticlopidina, tinzaparina, venlafaxina, vilazodona, vortioxetina, zimeldina, abciximab, argatrobana, bivalirrudina, cilostazol, dipiridamol, fondaparinux, lepirudina e tirofiban tem o risco de causar sangramento interno.
    •  O uso conjunto de ciclosporina ou de inibidores da prostaglandina e de Nisoflan pode causar nefrotoxicidade.
    •  O uso conjunto de ciclosporina ou de gossipol e de nimesulida  pode causar lesões gastrointestinais.
    • O Extrato de Feverfew pode potencializar a ação anti-inflamatória do Nisoflan, causando possíveis reações adversas.
    • A nimesulida pode causar aumentar o efeito do medicamento pralatrexato.
    • O medicamento Nisoflan utilizado junto ao Tracolimus pode causar falência renal.

    Outras interações

    • A nimesulida pode diminuir os efeitos dos medicamentos furosemida, azosemida, bemetizida, bendroflumetiazida, benzotiazida, bumetanida, butiazida, clorotiazida, clortalidona, clopamida, ciclopentiazida, ácido etacrínico, hidroclorotiazida, hidroflumetiazida, indapamida, meticlotiazida, metolazona, piretanida, politiazida, torsemida, triclormetiazida, xipamida.
    • A nimesulida pode diminuir os efeitos diuréticos (efeito que aumenta a eliminação de urina) e anti-hipertensivos de medicamentos como a furosemida, azosemida, bemetizida, bendroflumetiazida, benzotiazida, bumetanida, butiazida, clorotiazida, clortalidona, clopamida, ciclopentiazida, ácido etacrínico, hidroclorotiazida, hidroflumetiazida, indapamida, meticlotiazida, metolazona, piretanida, politiazida, torsemida, triclormetiazida, xipamida, acebutalol, alacepril, alprenolol, anlodipina, arotinolol, atenolol, azilsartana, bufenolol, benazepril, bepridil, betaxolol, bevantolol, bisoprolol, bopindolol, bucindolol, bupranolol, candersartana cilexetil, captopril, carteolol, carvedilol, celiprolol, cilazapril, delapril, dilevalol, enaprilato, enalapril, esmolol, fosinopril, imidapril, labetalol, landiolol, levobunolol, lisinopril, mepindolol, metipranolol, metoprolol, moexipril, nadolol, nebivolol, nipradilol, oxprenolol, penbutolol, pentopril, perindopril, pindolol, propranolol, quinapril, ramipril, sotalol, espirapril, talinolol, temocapril, tertatolol, timolol, trandolapril e zofenopril.
    • A administração de nimesulida com medicamentos como amilorida, canrenoato, espironolactona e triamtereno pode causar hipercalemia ou nefrotoxicidade.
    • A administração de nimesulida com medicamentos como irbesartana, losartana, olmesartana medoxomil, tasosartana, telmisartana e valsartana pode causar lesões renais.
    • É possível ocorrer sangramento interno com a utilização de acenocumarol, anisindiona, desvenlafaxina, dicumarol, fenindiona, fenprocumona, varfarina. diltiazem, felodipina, flunarizina, gallopamil, isradipina, lacidipina, lidoflazina, manidipina, nicardipina, nifedipina, nilvadipina, nimodipina, nisoldipina, nitrendipina, pranidipina ou verapamil junto do Nisoflan.
    • Há riscos de convulsões ao administrar nimesulida junto de levofloxacino, norfloxacino ou ofloxacino.
    • O medicamento sendo associado com lítio pode ter risco de causar sintomas como fraqueza, tremor e boca seca.
    • Nimesulida pode diminuir o efeito do L-metilfolato.
    • Não ingerir bebidas alcoólicas junto do tratamento.

    Cuidados de Armazenamento do Nisoflan

    A embalagem de Nisoflan deve ser mantida em um ambiente com temperatura ambiente, protegido da luz e da umidade.

    Guarde a embalagem original do medicamento.

    Mantê-lo longe do alcance de crianças.

    Preço do Nisoflan

    O Nisoflan pode ser encontrado nas principais farmácias populares, sendo obrigatório a receita médica para sua aquisição.

    O preço da caixa do medicamento contendo 12 comprimidos varia entre R$ 4 a R$8.

    O preço do frasco do medicamento contendo 15 ml varia entre R$ 10 a R$20.