Sulfadiazina de Prata Serve Para Queimaduras, Assaduras e Feridas?

A pele humana é um órgão muito sensível do organismo humano, qualquer doença, erupção ou machucado pode causar sintomas bem doloridos e evoluir para algo bem pior. Entre todos esses problemas, um muito presente é a ferida, que pode ir de um simples arranhão exposto até uma queimadura mais séria.

Muitas vezes, elas podem ficar expostas para uma potencial infecção generalizada. Para tentar prevenir que isso aconteça, a pessoa necessita iniciar um tratamento com algum medicamento que possui efeito cicatrizando, e que normalmente é comercializado com forme de creme ou pomada com modo de aplicação tópico, diretamente na ferida.

Entre eles, um remédio que ganha muito destaque e é recomendado por grande parte dos médicos, é a Sulfadiazina de Prata. Com isso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando informações essenciais presentes em sua bula, principalmente para os pacientes executarem corretamente seu uso.

Para que serve a pomada Sulfadiazina de Prata

O medicamento sulfadiazina de prata é indicado para ser utilizado em pacientes que necessitam de tratamento de feridas na pele, principalmente quando possuí grande chances de uma evolução para infecção generalizada. Os principais casos que o creme é aplicado são:


  • Queimaduras
  • Úlceras
  • Escaras de decúbito
  • Feridas cirúrgicas.

Vale ressaltar que, nunca é recomendado usar o creme por conta própria. É sempre necessário uma orientação de um médico, para uma efetividade maior durante o tratamento.

Sulfadiazina de Prata

Como funciona o Sulfadiazina de Prata

A substância Sulfadiazina de Prata possui efeitos cicatrizante e antimicrobiano, que combate os micróbios. Com isso, ela consegue ser efetiva no tratamento de queimaduras, feridas cirúrgicas, úlceras e outras feridas com potencial de ser infectadas.

A ação do medicamento tem seu efeito iniciado logo no momento da aplicação tópica na região da ferida.

Composição do Sulfadiazina de Prata

Em cada uma grama do creme dermatológico está presente os seguintes ingredientes:

  • 10 mg de sulfadiazina de prata
  • Excipientes: álcool cetoestearílico, petrolato líquido, cetomacrogol 1.000, propilenoglicol, metilparabeno, propilparabeno, butil-hidroxitolueno e água purificada.

Contraindicação do Sulfadiazina de Prata

Como todo o medicamento, os pacientes que pretendem entra em um tratamento utilizando Sulfadiazina de Prata precisam ficar cientes de algumas contraindicações de uso, para não causar futuras reações e resultados indesejados.

  • Pacientes que possuem qualquer tipo de hipersensibilidade, alergia ou problema que pode ser agravado ou causado com a utilização dos componentes presentes na composição do medicamento.
  • Mulheres gravidas ou que estejam amamentando.
  • Crianças menores que 2 anos de idade.

Efeitos colaterais do Sulfadiazina de Prata

Apesar do organismo humano aceitar bem a Sulfadiazina de Prata, pacientes que estão em tratamento com o medicamento podem sofrer com alguns reações adversas e efeitos colaterais indesejados. Os que podem ocorrer são:

  • Pele ficar azulada ou descolorada
  • Descoloração das mucosas
  • Leucopenia
  • Transtorno intestinal megacólon tóxico
  • Acidose lática secundária
  • Vermelhidão e bolas na pele
  • Pele ficar sensível à à luz solar

Em casos de surgimento de algum dos efeitos colaterais citados acima, ou qualquer outra reação adversa, o paciente deve procurar ajuda de um médico e notificar o Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA.

Como usar o Sulfadiazina de Prata

Antes de começar a aplicação do creme, o paciente deve fazer a limpeza da ferida, seguindo orientação do seu médico. Após feita, é necessário passar uma pequena camada, que cubra totalmente a lesão, de Sulfadiazina de Prata, depois fazendo um curativo com gaze, para proteger a região. É necessário aplicar de uma a duas vezes ao dia na região que está sendo tratada, variando dependendo do tipo da lesão ou da recomendação médica.

O medicamento tem que ser aplicado até o machucado mostrar sinais de cicatrização completa.

Nunca aplique o produto na região dos olhos e nem faça sua ingestão, tentando mantê-lo longe da região da boca também. A sua aplicação tem que ser feita diretamente na região machucada, e não em outras.

O paciente deve seguir as orientações do médico sobre horários de aplicação, a quantidade de doses e duração do tratamento.

Precauções

Além das contraindicações, que foram detalhadas em um tópico anterior desse artigo, o produto ainda possui algumas precauções que devem ser seguidas para não colocar a vida de nenhum paciente em risco. São elas:

  • Durante a aplicação do creme, é possível, mesmo que raro, ocorrer alguma proliferação fúngica.
  • O produto não deve ser ingerido e nem aplicado na região dos olhos.
  • Crianças com idade acima dos dois anos e idosos só devem fazer aplicação do Sulfadiazina de Prata sob orientação próxima de um médico.
  • Aplicá-lo somente na região que está presente a ferida.
  • O médico deve ficar ciente sobre a evolução da cicatrização, para dar a orientações sobre o momento que o paciente pode parar de usar o medicamento.

Superdosagem do Sulfadiazina de Prata

Mesmo sendo bem raro de ocorrer, é possível que o paciente aplique uma superdosagem de sulfadiazina de prata, quando utilize mais doses do que o recomendado do medicamento. Caso isso ocorra, alguns efeitos colaterais indesejados, que já foram detalhados anteriormente nesse artigo, podem aparecer. Nesse casos, o paciente deve interromper o tratamento com Sulfadiazina de Prata e buscar orientação com um médico.

Interação do Sulfadiazina de Prata com outros remédios

Continuando na linha das precauções que devem ser tomadas pelos pacientes que estão em tratamento, o Sulfadiazina de Prata pode ter interações com substâncias presentes em outros remédios, podendo aumentar ou diminuir o efeito de ambos. As coadministrações que devem ser evitadas são:

  • As enzimas proteolíticas podem ter seu efeito inativo se for aplicado junto do sulfadiazina de prata.
  • Anticoagulantes, sulfonilureias hipoglicemiantes e anticonvulsivantes do tipo hidantoína podem interagir diretamente com sulfonamidas, do qual faz parte o medicamento que está sendo abordado.

Sulfadiazina de Prata para Queimadura

Sulfadiazina de Prata Preço

O genérico Sulfadiazina de Prata pode ser encontrado sendo comercializado nas principais farmácias populares, sendo necessário a apresentação de um receita feita por um médico especialista para sua aquisição.

A bisnaga contendo 30g de creme dermatológico é comercializada por um preço variante de R$8 a R$11.

A bisnaga contendo 50g de creme dermatológico é comercializada por um preço variante de R$12 a R$15.

A bisnaga contendo 120g de creme dermatológico é comercializada por um preço variante de R$23 a R$27.

Pergunta dos leitores

Sulfadiazina de Prata é indicado para queimadura?

Sim, o Sulfadiazina de Prata é indicado, seguindo informados de indicação de uso da sua própria bula, para o tratamento da cicatrização de queimaduras, principalmente aquelas que possuem chance potencial de infecção.

Sulfadiazina de Prata é um curativo?

Sim, ele possui uma aplicação local diretamente na região afetada e machucada pela ferida com efeitos para curá-la e cicatrizá-la.

Sulfadiazina de Prata serve para assadura?

Por ser eficiente para queimaduras, a pomada de Sulfadiazina de Prata pode ser utilizada em assaduras, podem tomando cuidado para aplicação em crianças, pois só é permitido para pessoas com idade maior do que 2 anos.

Sulfadiazina de Prata é um antibiótico?

Sim, o seu efeito antimicrobiano, que faz o combate de micróbios, não deixando os mesmos se desenvolvendo na região da ferida, o transforma em um medicamento do tipo  antibiótico.

Existe Sulfadiazina de Prata em comprimidos?

A Sulfadiazina de Prata é princípio ativo de diversos medicamentos que são comercializados em forma de comprimidos ou cápsulas, entre eles temos o Sulfadrin e Sulfazina.